MENU PRINCIPAL DICIONÁRIO dos SONHOS SIGNIFICADO dos NOMES

 

 

 

® DIREITOS RESERVADOS  Wilson Mello Franco - LEI 9610 dos Direitos Autorais 1998      

 

 

O PODER DOS SONHOS

 

Texto: Wilson Mello Franco

 

       Os antigos consideram os sonhos mensagens dos deuses aos homens. Para os que menosprezam o valor dos sonhos, a prática está cheia de exemplos de pessoas que foram salvas de desastres (sonhos premonitórios), que ganharam algum prêmio, foram curadas de doenças ou pressentiram a morte de alguém. A Bíblia é pródiga em nos oferecer exemplos do poder dos sonhos. Podemos ver, entre inúmeras passagens, José do Egito interpretando os sonhos do faraó, o que lhe fama e riqueza. Também o jovem Daniel se mostrou excelente intérprete, e alguns de seus sonhos constituem profecias que estão perto de se realizar, segundo o tempo informado naquele livro.

 

         Outras vezes os sonhos exercem o papel de regulador da psique compensando na dramatização onírica aquilo que não somos ou não podemos fazer na vida real. Assim, no sonho o tímido se transforma num arrebenta-corações, o homem casado recatado realiza sua fantasia erótica com a vizinha, e a mulher casada, que segue uma repetitiva rotina no lar cuidando de filhos e pilotando fogão, passa momentos eróticos com o galã da novela das 9!  E a doce freira, premida pelos seus desejos sexuais reprimidos, tem horríveis pesadelos com demônios a possuindo!

 

         Mais comumente, os sonhos dramatizam momentos tensos que estamos passando os quais nos prendem na difícil tarefa de evoluir na vida. Assim, nesse aspecto, os sonhos se tornam uma manifestação do inconsciente que o subconsciente, premido pela tensão, esvazia pela dramatização dessas memórias-tensão.  Para que passe despercebido, o subconsciente lança mão de simbolismos ao abrindo essa válvula  de escape.

 

Então, múltiplas são as funções dos sonhos, do sentido vulgar ao divino. 

         Os sonhos, pois, têm o poder de modificar nossas vidas, e sua principal função é nos orientar. Aprendamos, pois, a reconhecer seus sinais.

 

 

          OS SONHOS ACONTECEM AO CONTRÁRIO?

 

 

        Não me recordo de ter tido um sonho que tivesse decididamente acontecido o oposto do que fora dramatizado. Entretanto, algumas pessoas alegam que seus sonhos acontecem ao contrário, pelo que não preocupam quando sonham coisas ruins. Realmente isso acontece, e é outra interessante faceta do mundo dos sonhos. Um sonho ruim às vezes pode funcionar como aval de um bom acontecimento. Um sonho que por exemplo pressagia um acidente com algum membro da família, pode se revelar nesta mesma semana que esse membro encontrará um emprego, depois de meses parado! No caso, pode significar que ele estava financeira e mentalmente “despedaçado” diante da situação, mas mentalmente “bateu de frente” no problema, entregando-o, consciente ou inconscientemente, nas mãos de Deus... A dramatização ocorreu no sonho da irmã porque, lembremos, os subconscientes estão interligados, particularmente entre os membros familiares. 

 

       Então podemos concluir que os sonhos assinalam tendências e não necessariamente realidades explícitas. Os sonhos que mostram uma realidade explícita são chamados premonitórios, e são os tipos de sonho mais intrigantes, considerado por alguns provas de que o homem é um deus.

 

 

                         Continua        MENU SONHOS       Dicionário dos Sonhos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 ® DIREITOS RESERVADOS - LEI 9610 dos Direitos Autorais, de 1998.