® DIREITOS RESERVADOS  Wilson Mello Franco - LEI 9610 dos Direitos Autorais 1998      

MENU PRINCIPAL DICIONÁRIO dos SONHOS SIGNIFICADO dos NOMES

 

   INTERPRETAÇÃO DOS SONHOS

 

 

 

 

 

COMO INTERPRETO UM SONHO

 

      Texto: Wilson Mello Franco     

        

 

Para interpretar um sonho faço uso do simbolismo hermético. Quando se trata dos meus próprios sonhos, claro, isso é facilitado, pois posso perceber onde se encaixa o sonho. Com relação aos outros, como normalmente não tenho intimidade ou amizade com a pessoa, não a conhecendo em seu dia-a-dia, em seus projetos e ações de vida, torna-se evidente que quanto mais informação a pessoa me fornecer melhor será o resultado da análise. Um detalhe a mais que o sonhador fornece pode me dar a chave do sonho. 

 

Há que se considerar que o simbolismo se torna uma ferramenta que me faz apontar tendências e não necessariamente as soluções. E – o mais importante – para se conseguir uma melhor análise de um sonho seria mais producente se examinar outros sonhos que se relacionam com ele.  Por isso os sonhos recorrentes são os mais fáceis de desvelar, sendo também os que mais oferecem material simbólico.

 

Quando encucamos com um sonho é porque ele tem um significado especial para nós, e geralmente nos aponta uma decisão a tomar, uma saída que nós não podemos determinar, mas que o próprio destino já nos determinou. Desse modo, conhecendo de antemão o significado de um sonho, estaremos preparados para reconhecer os momentos e situações que o aviso da Vida implica. Como disse Shakespeare: “Há mais mistérios entre o céu a e a terra do que pode sonhar nossa vã filosofia”.

Uma coisa importante a considerar é que os sonhos não indicam fatalidades (exceto, claro, se foram premonitórios), mas tendências naquele momento, perfeitamente redimensionáveis pelo nosso livre-arbítrio. Como nossas ideias normalmente são um amontoado de pensamentos, desejos e esperanças que se revolucionam no subconsciente, é natural que a mente tente montar uma tendência, segundo um simbolismo inerente à sua capacidade de criar simbolismos. De modo algum é decididamente uma fatalidade, exceto quando se trata de sonho premonitório ou a tendência é tão iminente que praticamente já não há tempo para alterá-la.

 

  

         DICIONÁRIO DOS SONHOS

 

 Embora a maioria de nós costuma consultar um “Dicionário dos Sonhos” quando sonha, o resultado prático não é dos mais positivos, pois a definições são genéricas.  Assim, se duas pessoas sonharem, por exemplo, com cavalos, a interpretação e significado para uma pode ser totalmente diferente da outra: depende do modo como os cavalos se apresentam no sonho.

Interpretativamente, o cavalo é o símbolo da personalidade que veste o corpo. Assim, se por exemplo para uma pessoa vê os cavalos se apresentando bravios ou dando coices, esta pessoa está sendo turrona em relação a certos relacionamentos, está recalcitrando algum aspecto da vida, enquanto que, se para a outra pessoa os cavalos se apresentam dóceis, pastando e correndo livremente, significa tomada de decisões baseadas na razão, acima das paixões, no que a vida da pessoa se mostrará mais feliz.

 

 

PODEM OS SONHOS SER REALMENTE INTERPRETADOS ?

 

 

  Em 1900, quando Freud lançou seu livro A Interpretação dos Sonhos, havia se apercebido da importância do simbolismo dos sonhos na expressão de vida do paciente. Ainda hoje a psicanálise dá importância ao estudo dos sonhos. São clássicos os sonhos bíblicos interpretados, cuja interpretação se revelou correta, como o sonho do faraó que José do Egito interpretou. Todavia, a mensuração do simbolismo não é uma tarefa fácil, podendo variar de acordo com as crenças pessoais de cada um. O importante na interpretação do sonho é que ela deve ser feita sempre em relação ao contexto da vida da pessoa que sonha, do ambiente que ela frequenta, seu histórico e dos acontecimentos diários que regulam sua vida.

 

 

 QUAL SERIA A FUNÇÃO DOS SONHOS NO DIA-A-DIA?

   

Visto que todos nós sonhamos, variando apenas a qualidade e a quantidade dos sonhos, alguma finalidade realmente útil devem ter os sonhos. Basicamente os sonhos refletem um momento que estamos vivendo, imediato ou não, como por exemplo uma experiência vivida durante o dia ou um amor perdido há anos. Visto que também os animais sonham, então podemos dividir os sonhos humanos em duas categorias: os sonhos animais (ou sonhos do animus), isto é, os sonhos corriqueiros que refletem nossas experiências do dia-a-dia, e os sonhos espirituais, isto é, os sonhos que só os seres humanos têm, como seres racionais que somos. Enquanto os sonhos animus são apenas desafogo do inconsciente, os sonhos espirituais podem realmente influenciar o nosso dia-a-dia, pois podem conter resquícios de vidas passadas, ou funcionarem como avisos de salvação, prognósticos de boa ou má sorte.

 

    Como nem sempre nos é lícito conhecer os mistérios de Deus, os sonhos se apresentam 99% das vezes carregados de simbolismo... e esse simbolismo reflete principalmente nossos medos e nossa insegurança. 

 

     

AS MULHERES SONHAM DIFERENTE DOS HOMENS?

 

As mulheres até certo ponto têm um vetor diferente do ideal onírico masculino, podendo um mesmo simbolismo significar uma coisa para o homem e outra para a mulher, como é o caso dos sonhos com cobras. Na maioria das vezes esse animal toca nelas, provocando asco, aflição, enquanto o homem, quando sonha com cobra, a vê à distância. Mas para as mulheres não está envolvido somente o aspecto sexual, da competição pela conquista do homem ideal, mas também simbolismos que refletem intrigas, mal-estar no trabalho ou no seu meio familiar ou social, ou a  pressão de alguém que ela considera “uma víbora”.

         Também a idade influencia muito os sonhos tanto das mulheres como dos homens. Adolescentes sonham com seus ídolos ou com seus parceiros de namoro. A inclinação da mulher ao esoterismo a faz sonhar com duendes, anjos e outros seres segundo suas crenças. A sensibilidade da mulher puxa sonhos com filhotes de animais, com as irmãs, e com os pais. O instinto maternal gera sonhos com gravidez. Um simbolismo bastante comum nos sonhos femininos são as agulhas. Esse objeto, tipicamente feminino, significa intriga ou alguma coisa que está “pegando”; pelo que as mulheres são mais dadas à intriga. Envolve pressão sexual também.

 

Povoam com mais frequência o universo onírico feminino os filhotes de animais (reflexo do instinto maternal), as borboletas (expressão sexual) e, claro, os homens. Mas, sem dúvida, as cobras são os símbolos mais comuns nos sonhos femininos. 

 

 

 

                                Continua        MENU SONHOS      Simbolismo dos Sonhos

 

 

Sonhos Premonitórios

Pesadelos

Interpretação

Criando sua realidade

Numerologia

 

                                                                                                                

 

 ® DIREITOS RESERVADOS - LEI 9610 dos Direitos Autorais, de 1998.