® DIREITOS RESERVADOS  Wilson Mello Franco - LEI 9610 dos Direitos Autorais 1998      

MENU PRINCIPAL DICIONÁRIO dos SONHOS SIGNIFICADO dos NOMES
 

DICIONÁRIO DOS SONHOS

 

    LETRA   N

 

NASCIMENTO: Se sonha com nascimentos, afirma que algo nasceu ou nascerá. Não necessariamente se refere a uma pessoa, já que pode ser um sentimento ou outro.

NADAR: Mergulhar com facilidade sem cansaço pressagia que conseguiremos êxito tanto econômico como amoroso. Se nos afogamos indica que nossas ambições irão por água abaixo. Se salvamos alguém de morrer afogado significa que evitaremos uma paixão perigosa para nós. Se estamos aprendendo a mergulhar, duvidamos de nossa força de vontade. Mergulhar em águas claras significa que somos claros e nobres. Em águas turvas, paixão com maus pensamentos. Se estamos mergulhamos e o mar e rio se enfurecem ou nos arrasta a corrente indica que nossas paixões serão mais fortes que nossa vontade.

NARIZ: Para um menino sonhar com um nariz desmesuradamente grande revela o temor de que se conheçam suas mentiras. Se um menino sonha que tem o nariz sangrando reflete as reprimendas e ameaças dos pais e professores, por benefícios que nos podem parecer como castigos. Em uma menina, este mesmo sonho de hemorragias nasais se produz por ocasião dos primeiros transtornos menstruais.

NAUFRÁGIO: Se só o vemos no sonho, implica uma herança ou que se receberá algo devido a algum falecimento recente. Se participamos dele e o barco afunda sem violência anuncia uma troca de estado positivo. Em troca, se há violência, se espera que fracasse uma associação, amizade ou negócio. 

NEBLINA: veja Névoa.

NEGRITUDE: Pode ser o vazio absoluto que simboliza a morte, o luto e as  trevas. O se tratar do negro que é a síntese de todas as cores que simbolizam a virgindade. Ainda que quase sempre aparece é o negro negativo que alude  à  parte inferior e sinistra da  psique humana, e que simboliza todo o mal, o sinistro, a  melancolia e a  morte. É a cor que domina nos sonhos dos psicopatas e nos das pessoas normais quando se acham sumidas em estados depressivos.

NENÉM: O neném recém-nascido simboliza o princípio, o gênesis o nascimento. Sonhar com um neném recém-nascido revela que se está produzindo uma metamorfose espiritual ou mental. Se temos este sonho na idade fértil só se refere à desejada maternidade.

NÉVOA: Simboliza o indeterminado, uma etapa de transição entre duas épocas ou dois estados. Buscar algo na neblina manifesta o desejo de recobrar um afeto ou uma amizade. Estar paralisado em meio da névoa é o medo do  futuro, a  incerteza pelo que  todavia tem que chegar e não sabemos como será. Se a  névoa se desfaz durante o sonho é a  saída da  confusão, é que a  situação ou o futuro se aclara.

: Se o desfazemos, implica resolver uma dificuldade. Dar um nó, dependendo das  circunstâncias do sonho pode significar união, benefício ou boa sorte. Se é um nó apertado e difícil, avisa sobre complicações que se aproximam.

NÚPCIAS: As núpcias em sonhos representa a  união de princípios. Contrair núpcias em sonhos muitas vezes reflete o desejo de casarmos. Se estamos casados e sonhamos com outras núpcias indica uma preferência ou desejo momentâneo até a pessoa com a  qual contraímos as  núpcias em sonhos. Contrair núpcias com alguém de nosso próprio sexo revela os narcisismos de quem sonha. Em alguns casos sonhar com as núpcias pressente algum problema ou calamidade que se avizinha.  

 

NUVENS: indicam inquietudes, circunstâncias obscuras, sobretudo se traz chuva, já que se refere a preocupações. A intensidade destas dependerá do aspecto das nuvens que sonhamos. Quanto mais obscuras e tormentosas, pior.

                                                                                                                

 

 RETORNA       SEGUE

 

 

tags sonhar com nascimento, sonhar com nadar, sonhar com nariz, sonhar com naufrágio, sonhar com neblina, sonhar com negritude, sonhar com trevas, sonhar com escuridão, sonhar com neném, sonhar com nó, sonhar com núpcias, sonhar com nuvens

 

 

 ® DIREITOS RESERVADOS - LEI 9610 dos Direitos Autorais, de 1998.